quarta-feira, Agosto 8

Depois de dois sétimos lugares consecutivos (em 2009/10 e 2010/11) e de nove épocas sem sentir o sabor da vitória no campeonato (foi campeã em 2005 mas o título foi-lhe retirado, na secretaria, pelos motivos conhecidos), a Vecchia Signora reapareceu em força na época 2011/12, vencendo, invicta, a Série A italiana. Apesar do percurso sem derrotas, a turma de Turim somou 15 (!) empates no total, acabando por superar os rivais do AC Milan apenas por uma diferença de quatro pontos. Algo que não terá acontecido por obra do acaso, ou não fossem os homens comandados por António Conte fiéis discípulos da doutrina do futebol italiano: focados na manobra defensiva da equipa (vários foram os jogos em que atuaram, na prática, com uma defesa composta por cinco elementos), com um meio campo compacto, dono de uma cultura tática assinalável e com uma capacidade de trabalho muito acima da média e um ataque longe de deslumbrar, mas suficientemente eficaz para arrecadar o Scudetto. Reflexo desta mesma postura, a Juve afirmou-se como a melhor defesa entre os principais campeonatos da Europa (20 golos em 38 jogos contra os 19 golos em 30 jogos do FC Porto). Já no ataque, os de Turim foram apenas o segundo melhor ataque do campeonato (com menos 6 golos que o AC Milan) e, considerando as ligas italiana, inglesa, espanhola, francesa, holandesa e alemã, foram mesmo o campeão com pior média de golos por jogo (a par do Montpellier). Estatísticas que valem o que valem mas que, no mínimo, demonstram que os campeões italianos precisam de investir no ataque para poderem esgrimir argumentos com os restantes tubarões europeus (internamente, com os rivais de Milão num momento menos bom, não deverá ter dificuldades em revalidar o título). Com base no contexto descrito, fica uma abordagem aquilo que poderia ser o plantel da Juventus para a época 2012/13: 

Guarda redes: O histórico Gianluigi Buffon, aos 34 anos, continua a ser indiscutível e uma das referências, não só da equipa, como do futebol mundial. Marco Storari (35 anos), já muito experiente, será a sua sombra, a meias com o jovem Nicola Leali (jovem de 19 anos já apontado ao Sporting), jogador sobre o qual recaem muitas expectativas para o futuro.
Lateral direito: Stephan Lichtsteiner deverá manter-se como dono indiscutível do lugar. O internacional suíço, 28 anos, fez uma época de estreia assinalável, fazendo-se valer da robustez física que possui (para lateral possui uma estampa física muito apreciável) e de uma capacidade ofensiva bastante razoável (pode, inclusive, atuar como médio no corredor direito). O uruguaio Martin Cáceres, jogador de qualidade mas um pouco temperamental, será um bom concorrente (pode igualmente jogar como defesa central ou mesmo lateral esquerdo), embora também o reforço Maurício Isla possa ser opção para o lugar.
Lateral esquerdo: Na temporada passada, o italiano Chiellini foi alternando entre a posição de lateral esquerdo e a posição de central pelo lado esquerdo, num esquema com três centrais. É, nitidamente, um defesa central (poderia ser uma das grandes referências do futebol mundial para esta posição e jogar encostado à esquerda – embora o faça bem – acaba por prejudicar o internacional italiano), mas a falta de um jogador com capacidades para ser um indiscutível na posição acabou por encostá-lo à esquerda.  De Ceglie, ainda jovem (25 anos), forte fisicamente (1.84m) e com capacidades para dar uma boa profundidade ao flanco esquerdo, tentará aproveitar todas as oportunidades que possam surgir. O suíço Ziegler (fortemente apontado ao Benfica), não tem lugar garantido no plantel, sendo um lateral bastante ofensivo. Com a perspetiva de libertar Chiellini para o centro da defesa, poderia ponderar-se a contratação de um lateral esquerdo, com entrada de caras no onze titular. O colombiano Pablo Armero, lateral muito ofensivo (faz todo o corredor, o que até poderia encaixar no esquema de três centrais tantas vezes ensaiado) e já conhecedor do futebol italiano, poderia ser uma opção acertada. De outros campeonatos, Christian Fuchs ou Leighton Baines seriam boas escolhas.
Defesa central: A dupla da temporada anterior, Bonucci-Barzagli, dá garantias, ou não tivesse sido a defesa menos batida da europa (golos por jogo). Libertar Chiellini da lateral esquerda, no entanto, pode ameaçar a dupla titular e desfazê-la. Há ainda o experiente Lúcio, que deverá ter dificuldades para se impor (começou com o pé esquerdo), mas que será uma opção de banco de luxo. Cáceres também pode dar uma perninha. Médio Centro: O trio de meio campo foi fulcral no êxito da equipa na temporada passada e, também por isso, será complicado que se desfaça. Pirlo, Vidal e Marchisio, três dos melhores médios que a Europa pôde ver jogar ao longo da temporada passada (absolutamente fundamentais na manobra da equipa e decisivos, com inúmeros golos e assistências com a sua assinatura). Mesmo cientes disso, os responsáveis do clube italiano não hesitaram em investir fortemente no reforço deste sector: o francês Pogba deixou Ferguson zangado e chegou a custo zero (com 19 anos é uma das maiores promessas do futebol europeu). O ganês Kwadwo Asamoah, 23 anos, é um guerreiro de quase 10 milhões de euros. Maurício Isla, chileno de 24 anos, (é uma das posições onde pode ser opção) custou ligeiramente mais do isso. Luca Marrone, internacional sub 21 à espera de “explodir”, e Michele Pazienza terão que lutar para jogar (e até para garantir lugar no plantel). A Felipe Melo nem a grande época ao serviço do campeão Galatasaray lhe tira o rótulo de patinho feio e vai ser colocado noutro clube.
Médio ofensivo: do trio titular, nenhum deles é, declaradamente, um médio ofensivo. Aliás, falta no plantel um “dez” típico (Asamoah é o elemento mais parecido), capaz de jogar mais perto dos homens da frente e que possa dar a António Conte alternativas táticas para a equipa (Giaccherini será, provavelmente, quem mais se aproxima disso). Aproveitando a “debandada” no plantel do Málaga, o espanhol Isco (20 anos), seria uma ótima opção, aumentando ainda o leque de opções para as alas. Belhanda (22 anos), Gaston Ramirez (21 anos) ou James Rodriguez (21 anos), seriam outros nomes a ter em conta.
Alas: Os internacionais por Itália Simone Pepe (28 anos) e Giaccherini (27 anos) são as opções para a direita, às quais se junta o polivalente Isla (até poderá ser o dono do lugar). Sem Del Piero e Estigarribia, a esquerda deverá continuar a contar com o “descaído” Vucinic (28 anos) que, agora, terá a concorrência de um regressado e renascido Giovinco (25 anos). Simone Padoin parece pouco acrescentar à equipa. Isco, a ser escolhido, seria também uma boa opção para o lugar.
Avançado: O internacional italiano Alessandro Matri (27 anos) é a melhor opção entre as disponíveis, mas terá que mostrar mais do que os dez golos (em trinta e um jogos) da temporada passada. Números pouco impressionantes e que poderão motivar o investimento num elemento capaz de atingir outros patamares e que permitiria à equipa encurtar distâncias para os poderosos Real Madrid e Barcelona. Nesse sentido, Robin van Persie (29 anos) tem sido apontado ao campeão italiano com alguma insistência (existem declarações atribuídas ao seu representante que dão como certo o acordodo jogador com a equipa italiana) e seria um reforço de peso (no mínimo, duplicaria os números de Matri). Jovetic, Dzeko e Suarez têm sido outros nomes falados aos quais poderíamos juntar Cavani e Lewandowski. Vucinic, ocupado com o lado esquerdo, será opção a espaços. Quagliarella (29 anos) completa o leque de opções. Resumidamente, três seriam os reforços necessários.

Pequenos ajustes que visam, sobretudo, melhorar a performance ofensiva da equipa. Quais as posições que a Juve precisaria de reforçar? E com que jogadores? Será a Serie A 2012/13 um “passeio” para a Vecchia Signora? E na Europa, a que objetivos pode aspirar esta equipa? Conseguirá a Juventus voltar a ser a equipa dominadora dos anos 90 a nível europeu (o melhor conjunto dessa década)? Qual o melhor jogador deste plantel?

Ricardo Martins

Etiquetas:

11 comentários:

  1. A Juve conseguiu de facto um feito notável a época passada, tendo em conta aquilo que foram as épocas anteriores e muito se deve ao meio campo da equipa e ao seu treinador Antonio Conte. Penso que falta um lateral esquerdo de maior nível (Marcel Schmelzer era boa opção) e um avançado que seja melhor companheiro para Matri do que Quagliarella (não é mau, mas penso que Jovetic faria melhor)
    Em suma, penso que será mais uma liga renhida em Itália e é difícil prever à partida um possível campeão

    PS: Apesar do trabalho assinalável de Antonio Conte à frente da ''sua'' Juve, penso que desaproveitou e muito o Krasic. Trata-se de um jogador de grande qualidade e com características unicas no elenco da vecchia signora.

    Parabéns ao VM por mais um excelente post e deixo aqui uma sugestão. Que tal fazerem um post sobre o gigante adormecido de Liverpool ? Cumprimentos

    ResponderEliminar
  2. A Juventus é a minha favorita, deixei de ver muitos jogos do Benfica para acompanhar a "nuova signora", tantas que foram as mudanças no clube, a começar pelo estádio que cria uma atmosfera vibrante durante os jogos em casa e que indirectamente deu pontos nos jogos do campeonato. Por isso não podia deixar de comentar já que vi todos os jogos na Serie A, na época passada.

    GR: Buffon vai manter lugar, mas Storari tem deixado sempre óptimas indicações sempre que foi chamado por isso nem quero saber do potencial do Leali...

    DD: Lichtsteiner, a seguir a Dani Alves e Lahm é o melhor lateral direito na minha opinião, embora o seu rendimento tenha caído ligeiramente no final de época.

    DE: Só fazer o reparo que Chiellini apenas era utilizado a DE quando a Juventus atuava em 4-4-2, o que durou até ao início da 2ª volta. Depois a Juventus começou a atuar em 3-5-2 efoi aí que De Ceglie ainda realizou um número razoável de jogos até final de época. Também passaram por essa posição Estigarribia ou Cáceres. é necessário um reforço, e os melhores nomes são de facto Armero, joga em Itália, habituado ao esquema 3-5-2 e faz um número muito elevado de assistências por época. Fuchs igualmente um ala, faz muitas assistências por época, muito ofensivo, é o DE que mais gosto de ver jogar atualmente a par de Kolarov que não e titular indiscutível, e é muito ofensivo e habituado ao futebol italiano. Um destes seriam óptimas soluções.

    Meio campo de luxo com mais um nome para cada posição, médio defensivo com Pirlo e Pogba, médio decaído na direita com Vidal e Isla e médio descaído para a esquerda com Marchisio e Asamoah. Marrone e Pazienza podiam ser negociados.

    Giaccherini actuou preferencialmente na esquerda e entrava no decorrer dos jogos, Pepe foi uma peça muito importante embora Conte pudesse aproveitar melhor o seu desempenho, não jogou muito tempo para os jogos que disputou.
    Padoin não percebi a sua contratação em Janeiro.
    Vargas ou Michel Bastos foram associados noutras altura e dariam outra qualidade e profundidade que Vucinic não consegue dar.

    Discordo de vocês num aspecto, não é preciso nenhum médio ofensivo, a Juve ou joga em 3-5-2 ou em 4-4-2, não há espaço para um 10, e se tiver de ser será Giovinco.

    Ataque: Matri os números que vocês falam são reais 10G em 31J ,ams foram em menos de 1900 minutos, ou seja, por norma, marca 1 golo a cada 2 jogos, façam as contas para chegar a isto :p
    Não é o melhor matador, mas é um jogador que merece um lugar na seleção de Itália. Vucinic teve uma grande contribuição para o título, e não acredito que será assim tão subaproveitado como dizem. 10 golos e 12 assistências em 35 jogos são bons indicadores da sua importância. O que eu faria, negociaria Quagliarela (até Matri poderia ser), e ficava nesta altura a necessitar de um 2º avançado (móvel) e um matador. Cavani ou Falcao para o lugar de matador, mas são negócios complicados, mas Van Persie duvido que aceite a Juve. Para o lugar de 2º avançado para substituir o Del Piero não porque fosse peça chave da equipa, mas um jogador à altura do que foi em tempos) 2 opções: Suarez ou Jovetic, mas é como muita infelicidade que acho que nenhum deles venha, pois Suarez acaba de renovar e a Fiorentina deu um prazo a Jovetic até 10 de Agosto para o negociar.

    Enfim um DE, e na pior das hipóteses um matador, porque Matri tem feito uma grande pré época.

    Bom artigo ;)

    ResponderEliminar
  3. Gostava também de ver um post do LIVERPOOL. Quanto à Juve, penso que o plantel é minimamente equilibrado. Contam com uma defesa muito forte (praticamente a da Itália no Europeu) e um meio campo coeso e com alguma genialidade (Pirlo e Marchisio). Falta, por ventura um ponta de lança de classe mundial (Van Persie seria um negócio de luxo, mas nao acredito) e talvez um extremo do tipo de Lennon ou Walcott, pouco possantes mas que podem acelerar o lento jogo italiano. Um abraço

    Zé Maria

    ResponderEliminar
  4. A Juventus foi claramente a equipa mais forte da epoca passada na Serie A, a equipa que melhor futebol praticou e, apesar dos 15 empates, venceu o Scudetto de forma invicta. O AC Milan foi unica equipa que deu luta, mas o seu plantel inferior foi vital na parte final da temporada.

    Esta temporada veremos se a Juve consegue manter o nivel frente a um AC Milan mais fraco ate ao momento, ja que saiu meio plantel e os que entraram nao sao de topo, um Inter que e uma incognita e ainda os outsiders Napoles, Fiorentina, Lazio e Roma que nao poderao aspirar a mais do que uma luta pela presença na Champions do proximo ano.

    O plantel parece-me forte e ainda mais equilibrado do que na epoca passada com as chegadas se Isla, Asamoah, Giovinco, Pogba, Leali e Lucio.
    Del Piero e uma saida importante, sobretudo em termos de balneario e de passar para os restantes jogadores aquilo que e a Juventus, mas homens com muitos anos de casa como Buffon, Chiellini ou Marchisio e outros experientes como Barzagli, Pirlo ou Storari podem desempenhar o papel do eterno simbolo da Vecchia Senhora.

    Acho que apenas fica a faltar um lateral esquerdo (concordo nas opçoes de Armero ou Kolarov; De Ceglie serve para suplente) e de um ponta de lança que acrescente muito ao ataque bianconero (Van Persie ou Cavani eram as melhores opçoes), embora goste muito do Matri.
    De resto digo apenas que o Krasic poderia ter sido muito melhor aproveitado, ja que fez uma 1ª epoca de grande nivel em Italia e que nao faz falta um nº10 a equipa, uma vez que o Conte nao costuma utilizar um 10 claro no seu sistema tactico e se precisar ha o Giovinco.

    O melhor jogador do plantel penso que e Pirlo, ja que e o elemento mais preponderante na forma de jogar da equipa, o jogo passa todo pelo 21 (ja no Milan era assim). Marchisio, Buffon e Chiellini sao igualmente importantes.

    A afastamento de Conte devido ao ultimo escandalo de apostas ilegais em Italia pode ser um rude golpe na Juventus, mas ainda assim com este plantel seriam sempre os favoritos ao Scudetto.
    Na Liga dos Campeoes poderao fazer uma boa campanha, mas depende muito do sorteio, ja que as equipas italianas tem perdido consecutivamente contra as melhores equipas inglesas ou espanholas nos ultimos anos. Estao claramente atras dos poderosos Barcelona e Real Madrid, dos ingleses do City e Chelsea e dos alemaes do Bayern de Munique.

    ResponderEliminar
  5. Sou um grande adepto da Juventus há já alguns anos e foi com grande alegria que os vi ganhar o scudetto da época passada de forma completamente dominate!
    Na minha opinião a juventus tem sem dúvida um grande plantel, talvez dos mais equilibrados da europa. Os refrços desta época vieram de facto dar ainda mais soluções a uma equipa que nao tinha falta delas mas que peca em alguns aspetos.
    Durante a época passada assisi a muitos empates da juventus porque a equipa, embora fosse extremamente organizada e excelente na troca de bola, acabava por nao se conseguir desembaraçar quando chegava perto da baliza adversária, ou seja, dominavam claramente o jogo mas nao conseguiam marcar! Discordo quando dizem que a juventus foi uma equipa defensiva muito ao estilo clássico italiano, porque sinceramente eu acompanhei os últimos três anos da juventus de forma bastante atenta e este anoi a equipa estava muito mais balanceada para o ataque, com muita posse de bola perto da área adversária e a dominar a grande maioria dos jogos, aproximando-se talvez um pouco do estilo do barcelona, mais do que o estilo clássico italiano!
    Quanto á próxima época, é sempre arriscado fazer previsões no futebol, mas se a juventus jogar o que se espera, tendo em conta o enfraquecimento dos principais rivais por enquanto (vamos ver que compras ainda faz o milan) acho possivel que o campeonato seja dominado pela juventus, coisa que eu gostaria imenso, embora o campeonato italiano seja desde sempre o meu favorito e tenha pena de o ver a perder jogadores de tanta qualidade.
    Em termos de reforços, penso que aquilo em que a juventus mais necessita é sem dúvida de um ponta de lança mais capaz de desequilibrar e decidir um jogo. Para mim o Cavani seria o candidato perfeito embora o preço pedido seja dificil de alcançar.Tendo em conta a suspensao absurda de bonucci, gostaria imenso de ver o hummels na juventus fazendo ua tripla absolutamente imbativel com chiellini e barzagli! Caso estas contratações acontecessem, nao teria problema nenhum em por a juventus como um dos favoritos á conquista da champions, mas caso nao aconteçam e as coisas se mantenham, penso que a juventus, tendo em conta que já há bastante tempo que nao participam, pode perfeitamente chegar, por exemplo aos quartos de final, em condições normais!
    Assim sendo, desejos as maiores felicidades à minha juventus, espero que me voltem a dar mais alegrias esta época e aproveito para congratular o VM por este post!
    Ps: Concordo com a opiniao de que o krasic poderia ter sido melhor aproveitado, era um jogador que eu apreciava bastante e que tinha amor ao clube!

    ResponderEliminar
  6. Daniel Alves

    ah a minha Juve :)
    uma grande plantel que construi este ano a juventus.se ja tinha um grande meio-campo agora melhorou ainda mais.Asamoah e o jovem Pogba,alem de marrone e Isla oferecem opçoes de luxo a Conte que sinceramente não considero as outras equipas terem.com Chiellini a jogar na sua posiçao (DC) tem ali um lider em campo.alem de Buffon.Isla para mim tem categoria para ser titular em qualquer lugar na direita.e Van Persie seria uma adição de PESO a equipa,titularissimo.se ele vier penso que sera este o onze:

    Buffon
    De Cieglie
    Chielini
    Bonucci
    Isla
    Pirlo
    Vidal
    Marchisio
    Vucinic(Giovinco)
    Pepe
    Matri(caso venha,Van Persie)

    será uma equipa mais que suficiente para ganhar a Seria A.não vai ser um passeio mas é clarissimo favorito.na europa nao acho que va conseguir grandes feitos este ano.Demoraram 6 anos para voltar ao topo internamente e demorarão 3/4 anos a voltarem a ganhar na Europa.que seja antes,espero!

    ResponderEliminar
  7. A época passada via o AC Milan como a equipa mais forte, este ano o cenário altera-se. A Juventus assumiu-se a época passada e este ano REFORÇOU-SE, ao contrário do AC Milan que deixou sair o seu melhor jogador (Ibra) e um dos melhores centrais da actualidade (T.Silva).
    Neste quadro actual, com o Inter com poucos reforços e um plantel curto, o Milan a vender os melhores e sem reforços de peso, vejo a Juventus como a mais provável vencedora do título, precisando apenas de um ponta de lança mais "matador", a confirmar-se Van Persie ficavam com uma equipa muito boa e este ano com mais opções de qualidade como alternativas em relação aquilo que acontecia na época passada.

    ResponderEliminar
  8. das exteriores uma das minhas favoritas

    ResponderEliminar
  9. A Juventus divulgou a numeração do plantel para a nova época, destacando-se o facto de o dorsal 10, nos últimos anos utilizado por Alessandro del Piero, ter ficado sem dono.

    O avançado, de 37 anos, despediu-se do clube após 19 anos no final da última época e continua com o futuro indefinido. No entanto, tinha dito anteriormente que não era a favor que o número 10 da Juventus fosse retirado.

    O clube não revelou ainda qual a sua decisão, mas é agora certo que fica sem dono para a nova época. Pelo menos por agora...

    Eis a numeração completa do plantel:

    1 Buffon
    2 Lucio
    3 Chiellini
    4 Caceres
    5 Masi
    6 Pogba
    7 Pepe
    8 Marchisio
    9 Vucinic
    11 De Ceglie
    12 Giovinco
    13 Leali
    15 Barzagli
    16 Ziegler
    18 Boakye
    19 Bonucci
    20 Padoin
    21 Pirlo
    22 Asamoah
    23 Vidal
    24 Giaccherini
    26 Lichtsteiner
    27 Quagliarella
    30 Storari
    32 Matri
    33 Isla
    39 Marrone

    ResponderEliminar
  10. A Vecchia Signora. Não fosse o CalcioCaos tínhamos dominado o futebol moderno com aquela equipa de sonho.

    Este ano representa uma nova era, visto que, deixaram sair o nosso capitão Del Piero. (Porquê?)

    Internamente, ninguém nos fará frente.
    Na Champions é que talvez fiquemos aquém do que se exige ao campeão italiano. Vejo clubes de Espanha, Inglaterra e Alemanha á frente de nós neste momento.
    Temos uma boa equipa, ofensivamente muito dependente do que Pirlo pode criar, por isso, os nossos alvos deviam ser jogadores de topo somente.
    Robin Van Persie era excelente. Espero que venha, trouxemos o Lúcio senão me engano, Agger não faria mal também. Juntamente com o Robin, devíamos trazer mais um jogador de renome para aliar poder de fogo a nossa fortaleza defensiva.

    ResponderEliminar
  11. Fabio nunes

    belo post
    a juventus so precisa de arranjar um ponta de lanca e de um DE visto que de ceglie nao e regular a escolha poderia ser kolarov quanto ao onze ai vai:
    GR-buffon
    DD-linschtein
    C-barzagli e bonucci(ou lucio)
    DE-de ceglie(kolarov caso venha)
    M-asaomoah isla marchisio pirlo e giovinco
    AVA-matri e vanpersie (caso venha)
    abracos

    ResponderEliminar

Depois do 25 de Abril de 1974, Portugal "descobriu" a liberdade de expressão, portanto expressem-se à vontade! No entanto, os comentários a insultar, serão apagados pelo lápis azul!!

COMENTÁRIOS DE ANÓNIMOS, OFENSIVOS OU INCENDIÁRIOS SERÃO AUTOMATICAMENTE REJEITADOS